domingo, 30 de novembro de 2014

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Haicai #328:


 
Foi sem querer querendo

Era uma vez uma vila
onde, magicamente, cabia

a infância de cada um.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Haicai #327:


O quintal da elite


A elite e seu espanto colossal

com a ignorância da plebe,

que não tem a arte no quintal.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

domingo, 23 de novembro de 2014

Haicai #324:


Sou


Apesar e por causa da estrada,

do vento, de tudo e de nada,

sou. E isso tem que bastar.

sábado, 22 de novembro de 2014

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Haicai #321:




Consciência

Quero tingir de mil cores
todas as minhas dores

e esse filete de consciência.

Haicai #320:




Aluamento
Aluado, o sol acinzentou-se
e errou sorumbático e tardio

pelas sombras de si mesmo.

Haicai #319:




Êxodo

Vou embora de mim,
de mala, cuia e silêncios,

para me encontrar.

Haicai #318:




Aviso

Vou tirar férias do face,
e-mail, whatsApp e cia.

Em urgências, favor, usar telepatia.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

domingo, 16 de novembro de 2014

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Haicai #310:




Ressentir

O amanhã se foi tristemente
com o pálido azul

de um mar que se ressente.

domingo, 9 de novembro de 2014

Haicai #309:



Muros

Aos urros, morrerão os muros,
soberbos, quase palpáveis,

que nos apartam de nós.


sábado, 8 de novembro de 2014

Haicai #308:

 
Ars poetica
 
As muralhas crescem céticas,
pétreas, intransponíveis,
aos ventos da ars poetica.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Haicai #306:


Previsão sem tempo


Ecos de um sorriso,

parcialmente nublado,

sujeito a temporais.

domingo, 2 de novembro de 2014

sábado, 1 de novembro de 2014