segunda-feira, 31 de março de 2014

Haicai #90:




Rústica

As razões resvalam rapidamente
e as ruas repletas de rancor

se ressentem das rosas rústicas.

domingo, 30 de março de 2014

Haicai #89:




Prisioneiro

O coração bateu asas,
mas seu passado engaiolado

o puxou pelos pés.

sábado, 29 de março de 2014

Haicai #88:


O que restou...

A desilusão amanhecida
na face dura do dia:

espectro da alegria.

sexta-feira, 28 de março de 2014

quinta-feira, 27 de março de 2014

Haicai #86:




Ouro de tolo

É débil o resplandecer
do tempo garimpado

entre um e outro dever.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Haicai #85:




Simplesmente

Os outros são sempre o bastante.
Eu sou apenas o instante

irremediável de existir.

terça-feira, 25 de março de 2014

Haicai #84:




Hoje não

Para sempre é um tempo
que o hoje não pode alcançar.

Para sempre é o tempo de amar.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Haicai #83:




Esperança

Eu ainda espero
pelo que está além

e de esperar me faço também...

domingo, 23 de março de 2014

sábado, 22 de março de 2014

sexta-feira, 21 de março de 2014

Haicai #80:




Voto de silêncio

De bocas fechadas, não saem
palavras transmutadas

por ouvidos enredados.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Haicai #79:




Outono

Quando o outono chegou,
o coração já estava seco

e o vento o levou para longe.

quarta-feira, 19 de março de 2014

terça-feira, 18 de março de 2014

Haicai #77:




Jeito de viver

Eu vivo em planos à parte:
os pés no chão,

o coração na Arte.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Haicai #76:




The Big Bang Theory

Explosão de palavras,
expansão de sentidos,

criação do universo.

domingo, 16 de março de 2014

sábado, 15 de março de 2014

Haicai #74:




Ousadia

Em terra em que vigarice
é venerada a cada dia,

ser honesto é mesmo uma ousadia.

sexta-feira, 14 de março de 2014

quinta-feira, 13 de março de 2014

Haicai #72:




Gramaticando III

Simples e desenxabido
num repente substantiva-se.

E já não pode passar despercebido.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Haicai #71:




Esfinge literária

Quando chego ao fim,
já não existe mais

que uma parte de mim.

terça-feira, 11 de março de 2014

segunda-feira, 10 de março de 2014

Haicai #69:




Gramaticando II

Este, tão perto e tão distante
que vai sumindo, sumindo

a cada instante...

domingo, 9 de março de 2014

Haicai #68:




Sem estro

Hoje o poema empederniu
e não há ourives que dê jeito

nesta noite sem estrelas.

sexta-feira, 7 de março de 2014

quinta-feira, 6 de março de 2014

Haicai #65:




Memória

Se a lembrança fugir,
deixe-a ir de bom grado.

O esquecimento é refúgio sagrado.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Haicai #64:




Nem tudo acaba na quarta-feira...

Vencer a multidão
na hercúlea tarefa

de comprar pão.

terça-feira, 4 de março de 2014

Haicai #63:




Festa do lixo

Salário milimétrico. Greve.
Montanhas de lixo aqui e ali.

E a solução? Demitir os garis.

segunda-feira, 3 de março de 2014

Haicai #62:




Carnaval

Num brinde à fantasia,
a alegria se reinventa.

Até a cachorra, quem diria, vira borboleta.

domingo, 2 de março de 2014

Haicai #61:




Noite de samba

Surdo, caixa, pandeiro,
prato, repique, agogô,

cuíca, chocalho, apito ô ô...

sábado, 1 de março de 2014

Haicai #60:




Cristo Redentor (Homenagem ao Rio)

Acompanha o carioca a cada passo,
pois no subúrbio, ele não some,

vai no compasso de cada coração.