sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Haicai #307:




Sem fôlego

A ausência desengana.
Poesia rarefeita

na atmosfera cotidiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário