quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Tristeza


 
Minha tristeza é sem razão,
porque a razão se desfez no tempo

das coisas sólidas e certas.
E restou apenas a lembrança

do que se devia sentir,
copiosamente,

por um mundo devorado pela dor
do que já não pode ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário